domingo, 14 de janeiro de 2018

Masters of the Universe ReAction figures...Tri-Klops.

E provavelmente já leram aqui neste meu blogue que a maior parte destas figuras ReAction de Masters of the Universe não são as mais espectaculares de todas e que são realmente feias. Não me quero repetir muito e faço tudo para não o fazer mas com esta colecção não existe outra definição para elas...ou pelo menos para a maior parte delas.


O Tri-Klops não é uma figura bonita. O vilões normalmente não são bonitos ou são deslumbrantes como se tornassem numa antítese daquilo que são se os criarmos atraentes.
Este vilão não é bonito, não.
A arte no cartão é excelente mas penso que a parte da face que se vê na figura, não faz justiça ao desenho.


Mesmo assim, Tri-Klops é uma figura da série 2 da ReAction produzida pela Super 7 e que faz parte de uma colecção de 8 figuras, algumas das quais já apresentadas aqui, da série 1 e também da 2.


Tri-Klops vem com a sua espada e apresenta-se pronto para qualquer batalha ReAction que tenha de lutar a serviço de Skeletor. A escultura não é má de todo e está tudo lá, todos os detalhes que fazem de Tri-Klops um dos famosos guerreiros do Senhor do Mal.


 A figura não está mal feita de todo e só afirmo que é feia por causa da expressão de enjoo que tem. Como vilão não esperava algo maravilhoso e para esta escala (as figuras têm uns 13cm de altura) penso que se podia ter feito melhor. Mas como sempre e que fique bem claro, esta é apenas a minha opinião e vale o que vale.


Tri-Klops vem com 5 pontos de articulação, como todas as figuras ReAction sendo as suas posições limitadas a essas articulações. O visor na sua cabeça não roda e apresenta os 3 olhos esculpidos... embora não seja possível escolher o que queremos em exposição.
Não deixa de ser uma figura obrigatória para coleccionadores mas, como eu disse...é feia! Talvez seja por isso que estas figuras vendem tão bem.


sábado, 13 de janeiro de 2018

Revista Sábado "Diverte-te com a Lego" #9...

E esta semana que passou novamente a vez de Nexo Knights na Revista Sábado.
O conjunto 30377 vem compor mais um bocadinho a colecção destes cavaleiros corajosos.


É mais um conjunto relativamente fácil de montar e que vem também com uma figura de um Kings Guard, desta vez um bocadinho diferente pois vem de armadura completa.


O cavalo mecânico é muito bom e vem com uma arma e uma lança que podem também ser usados pelo guarda. O melhor deste pequenos conjuntos de Lego vendidos em práticos polybags é que são mesmo fáceis de montar e como trazem uma figurinha são sempre desejados e apreciados pelos diversos coleccionadores de Lego.


O universo Nexo Knights é muito rico em ideias e poderá ir muito longe se a Lego se aperceber a tempo do potencial enorme que esta linha e a linha Ninjago têm a oferecer aos coleccionadores.


Como tinha referido, a lança e a arma (que dispara mesmo), podem ser usadas pela figura ou armazenadas nos flancos deste cavalo mecânico da Guarda do Rei.


Na próxima semana, teremos mais um conjunto, desta vez com o tema Ninjago Movie...fico a aguardar a próxima quinta-feira!

Diablo II...

As horas que perdi a jogar Diablo foram épicas!
Estávamos em 1996 e o jogo tinha acabado de aparecer por todo o lado e quase toda a gente falava dele. Diablo era, sem sombra de dúvida, um dos melhores jogos do momento e o meu PC até fumegava de tantas horas a percorrer as mais sombrias masmorras, cavernas e florestas sombrias derrotando legiões de demónios, esqueletos e outros monstros bizarros, nunca antes vistos.

Capa do jogo PC

Recordo-me da satisfação tremenda que foi derrotar Diablo para descobrir em choque o desfecho da história e de desejar que a sequela não demorasse muito a surgir no mercado.
Diablo 2 foi, mais uma vez um conjunto de desafios e muitas horas de jogo para derrotar o senhor do mal e o pior foi ter de esperar pelo ano 2000 para poder jogá-lo!

 Capa de Diablo II para PC

Foi também nesta altura que a Blizzard lança a colecção de figuras de acção desta segunda aventura e finalmente uma figura do próprio Diablo, em toda a sua glória!


Foram anos e anos a perseguir esta figura. Passou pelas minhas mãos imensas vezes e nunca veio parar à minha colecção. Foi preciso esperar 17 anos para poder ter este Diablo a assombrar as minhas prateleiras com a sua maléfica presença.


O Diablo é uma figura grande, sólida e cheia de detalhes espectaculares para a época. Poucos pontos de articulação (pernas, braços, punhos, pescoço e cauda) mas a falta das mesmas é compensada pela escultura da figura e pela atenção prestada ao pormenor.


Esta é uma figura que retrata na perfeição o aspecto do Demónio que teremos de enfrentar no fim do jogo e vem até com a Pedra das Almas cravada na sua testa.


Não cheguei a jogar ainda o Diablo III ou as expansões que por aí saíram.
A figura é excelente tanto pela nostalgia como por ser uma das figuras demoníacas mais espectaculares que conheço, podendo até rivalizar com qualquer figura da McFarlane Toys.
Esta será sempre uma figura com direito a destaque e que tenho a certeza que também será objecto de culto para muitos coleccionadores...

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Leituras do Best...Super 4 #11...

A Terra dos Aliens foi invadida por Dinossauros e os Super 4 seguem para lá para ajudar os pequenos seres e descobrir o que realmente se passou e o que deu origem a esta invasão Jurássica.


É assim que começa esta edição número 11 da revista Playmobil Super 4.
Mais uma aventura e desta vez com grandes protagonistas.
O que podemos esperar deste número é, mais uma vez o de sempre. Passatempos, fichas de informação e revelações deste universo Playmobil tão particular.


 Como sempre, o melhor desta revista é sempre o brinde que, normalmente se refere à aventura de banda desenhada desse fascículo.
Desta vez o brinde vem com um Velociraptor, uma tarântula, um escorpião e um naco de carne.


São 4 peças espectaculares e inéditas nesta revista e que, embora pequenas, são excelentes complementos para um coleccionador de figuras deste género que, como bem sabemos todas as peças contam.

No próximo mês de Março, sendo a revista trimestral, o brinde volta à terra dos piratas com mais um capitão pirata e já ouvi dizer que existe um qualquer tesouro envolvido na aventura que verá com a revista. Ficamos a aguardar por Março.


terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Cadernetas - Super Animais 2 do Pingo Doce...Vida Marinha...

Depois de nos trazer logo no principio de 2017 a colecção de cartas coleccionáveis sobre animais, o Pingo Doce apresenta-nos, alguns meses depois, mais uma colecção de cartas sobre animais.
Desta vez, com a colaboração do Oceanário de Lisboa, uma colecção de 120 cartas sobre vida marinha que podem ser reunidas no Grande Álbum do Mergulhador. A colecção é totalmente didáctica e virada para os mais novos, com informações válidas e cientificamente correctas. Informação que pode ser usada por miúdos e graúdos.


Como disse anteriormente, quando mostrei aqui a primeira colecção, falar destas colecções Pingo Doce, depois de terem terminado e tendo em conta que praticamente toda a gente tem estas colecções e cartas e mais cartas lá por casa é um pouco inglório mas, como se trata de uma colecção original e digna de nota, aqui vai o registo da mesma e a minha opinião sobre a mesma.
Mais uma vez, este Grande Álbum do Mergulhador é um álbum solidário e que o comprou contribuiu com 0,20€ para projectos de conservação do Oceanário de Lisboa.

 Folheto da colecção apresentada nos supermercados

O álbum é apresentado novamente pela Rita, a personagem exploradora do álbum anterior que nos leva ao mundo marinho com a ajuda do Vasco, a mascote do Oceanário de Lisboa.
As cartas têm muitas informações sobre os animais marinhos que apresentam e como não podia deixar de ser, existem algumas que são especiais e apresentam texturas, brilham no escuro ou com outras características destes animais representados.


Desta vez a colecção também é subdividida por temas como Oceano Global, Oceano Atlântico, Oceano Antárctico, Oceano Pacífico e Oceano Índico. Cada separador vem com informações sobre os peixes, curiosidades científicas, jogos e ideias para fazer em casa com materiais recicláveis.


O melhor desta colecção, como na colecção anterior, não é uma maquina de sons mas uns óculos em cartão que permite encaixar um smartphone e viver uma aventura virtual. Existem cartas com um símbolo de uns óculos que vão permitir vermos certos animais naquele mundo virtual. Não dá para todos os telemóveis mas é uma excelente ideia (embora a ideia do animalphone, que veio na colecção anterior, seja para mim a melhor ideia de sempre!!)


Os Óculos são em cartão e têm de ser montados de acordo com as instruções anexas ao pacote onde vêm. Como não tenho um desses modernos Smartphones não consigo mostrar aqui o efeito virtual e penso até que não seria possível fotografar tal coisa de modo a poder mostrar. No entanto e agregado a esta bónus vem uma aplicação para tablets e telemóveis que dão uma pequena ideia de como pode ser essa experiência...é só procurar na App Store.


A colecção acabou oficialmente em Outubro de 2017 e foi uma iniciativa de louvar. Tanto no sentido pedagógico, como cultural e no meu entendimento fez crescer ainda mais a sede de coleccionismo em pessoas que já não ligavam a estas "coisas" dos brinquedos e cromos coleccionáveis e que se adivinha proliferarem neste novo ano. Venham mais iniciativas destas, mais colecções para aprender e não só...coleccionar faz bem!